Ninguém conhece a verdade

Muitas pessoas acreditam que a verdade é algo que deve ser buscado a todo custo ainda que ela doa. Eu faço parte deste grupo de pessoas porque, ainda que eu saiba que todas as pessoas mentem, a verdade sempre deve ser dita de forma clara e direta na minha opinião. Durante a vida eu já sofri demais por não haverem pessoas honestas o bastante ao meu lado e isso certamente me tornou uma pessoa consideravelmente desconfiada de tudo e de todos que se aproximam de mim em um primeiro momento. Eu conheço a ilusão de uma mentira e prefiro mil vezes sentir a dor e a amargura de uma verdade.

É normal que algumas situações deixem você com muito medo e que outras lhe causem algum nível de insegurança por causa das histórias de vida que cada um de nós. O mundo é um lugar grande no qual todos estão vivendo e escrevendo suas próprias histórias todos os dias. O que diferencia uma pessoa da outra é como ela lida com tais situações, mas o que me trouxe até aqui hoje é algo muito mais filosófico do que eu acreditei que seria: você sabe me dizer ou dizer para si mesmo qual é a sua verdade?

Quando se trata das nossas verdades, existem muitos caminhos que nos levam a cada um delas. Algumas são memórias que nos ajudam a lembrar de sentimentos, não de eventos em si. Outras remetem a cheiros que causam uma sensação intensa de algo que aconteceu em um passado que pode ser distante ou não. Algumas atitudes de pessoas no mundo podem ser consideravelmente interessantes para algumas pessoas enquanto que para outras pode levar a ter algum tipo de crise. O mundo e seus eventos são variáveis e relativos, então a verdade de individual é misteriosa.

Para mim, a minha verdade, é que eu não me considero uma pessoa boa por causa das coisas que eu faço porque, a partir do momento no qual eu me considero alguma coisa, certamente eu não sou aquilo que eu acredito ser. Uma pessoa quando realmente é algo ou alguma coisa, ela não precisa falar que é ou não pelos simples fato de que as pessoas que estiverem ao seu redor vão dizer se ela é o que diz ser. Muitas pessoas acreditam que são muita coisa, mas a verdade dela pode ser uma grande ilusão para o mundo real.

A verdade sobre as verdades das pessoas são muito particulares. Eu não posso dizer qual é a sua, você não pode definir qual é a minha, mas tudo o que acontece neste mundo é acaba definindo algumas coisas em nossa existência. É óbvio que a verdade que nós encaramos na vida é diferente daquela que acreditamos ser a nossa em alguns casos. Fazer o que deve ser feito é uma coisa que nunca deve sair do foco de alguém. O que mais me impressiona é que muitas pessoas tomam para si algumas verdades para não admitirem a sua própria ignorância.

Quantas vezes você já não viu alguém que abraçou uma ideia que se tornou suprema para a pessoa que vive em uma bolha de outras pessoas que apoiam o mesmo grau de ignorância que ela apenas para que ela se sinta parte de algo maior uma vez que o mundo já comprovou de maneiras distintas que as coisas não são da foram que a pessoa em questão acredita. A mais pura e sincera verdade de nossas vidas é que nunca saberemos todas as coisas e nem desvendaremos todos os mistérios do universo, mas podemos descobrir quem realmente somos na vida.

Eu confesso que não demorei muito para descobrir o que eu queria, do que eu gostava e quais são as coisas que me deixam bem além das coisas que me deixam mal. Faz dez anos que eu encontrei quem que realmente sou e não tive medo de fazer o que fosse preciso para lidar com as coisas da vida a minha maneira. Eu aprendi muito cedo a qual era a minha verdade que, em outros Semanários eu chamei, e ainda chamo, de essência. Talvez eu precise me lembrar dela todos os dias para que as coisas caminhem muito mais tranquilas.

Para mim, a essência das coisas é ajudar as pessoas a se tornarem melhores. No entanto, eu sei que não posso ajudar alguém a melhorar se a pessoa não quiser. Ainda assim, eu tento ensinar as pessoas por meio dos meus exemplos que é possível seguir em frente sem medo de ser feliz para alcançar aquilo que elas desejam. Como eu faço isso no meu dia a dia? Bom, eu escrevo os textos para o Rabiscando Mundos para trazer minutos de distração e algumas coisas que podem estimular a criatividade de qualquer pessoa que ler o que eu estiver publicando.

Eu acredito que a verdade sobre o mundo nunca será alcançada porque ninguém é capaz de conhecer todas as pessoas, todas as histórias e tudo o que existiu, existe ou existirá em algum momento da existência de nossa espécie no planeta Terra que, por mais incrível que pareça, não é plano. O que eu anseio em minha verdade é que as pessoas aprendam que a cooperação é a chave para mudança e que, por mais que a competição exista, ela pode ser nociva e destruir o potencial de alguém que pode expandir em um mundo novo, intenso e bastante desafiador.

O que eu quero deixar aqui neste texto que pode não fazer muito sentido é um desabafo sobre algo que ninguém jamais conseguirá descobrir ou decifrar: a verdade é uma coisa relativa e existem muitas verdades de acordo com o contexto nos quais estamos envolvidos. O que realmente importa não é a pura verdade sobre o universo, mas aquela centelha da sua verdade da sua essência que te faz levantar todos os dias se seguir em frente. Nunca tenha medo de fazer o que deve ser feito para que a sua verdade seja algo benéfico para todos ao seu redor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: