Amigos por acaso

Você já teve alguma amizade na vida que você não sabe como foi que ela começou? Isso já aconteceu comigo algumas vezes e eu não sei nem explicar o que fez com que uma coisa levasse a outra para que eu considerasse a pessoa como uma amiga. É estranho notar que algumas coisas na vida simplesmente acontecem e que isso é normal em diversos sentidos. Nem tudo necessita de um preparo e, certamente, para fazer amigos você também não precisa forçar a barra.

Algumas pessoas dizem que para fazer amigos você só precisa ser você mesmo. Eu não considero esta ideia errada e acho que as pessoas devem sim mostrar quem elas realmente são para que não hajam máscaras em seus relacionamentos sejam eles em qualquer nível. Eu acredito que uma pessoa que seja espontânea será a pessoa que mais terá facilidade em mostrar quem é e saber de quem ela gosta e de quem ela não gosta. O mundo é um lugar estranho e cheio de camadas, então por que não deixar um pouco do caos do acaso gerar novos laços?

Eu digo essas coisas por experiência própria. Ano passado mais ou menos nesta época eu estava perdido e não tinha muita perspectiva do que eu estava fazendo com a minha vida. Foram tempos difíceis e eu não tinha muito o que fazer estando isolado. Muitas coisas passaram pela minha cabeça e meu círculo de amizades na época não levava muito as coisas da vida a sério. Era como se eu estivesse conversando com as paredes e isso me gerava raiva e alimentava as minhas frustrações. Semanas depois eu respondi um comentário sobre RPG em uma rede social e um novo mundo começou a ser rabiscado.

O acaso de uma conversa ter engajamento em um comentário de rede social foi o gatilho necessário para que eu colocasse em prática tudo o que eu estou fazendo hoje. Eu queria um negócio para mim, eu queria expôr as minhas ideias, meu trabalho e falar com as pessoas como se estivéssemos em uma mesa reunidos independente da distância. Este acaso me apresentou muitos amigos novos, muitos laços que tornaram o meu mundo mais vibrante simplesmente porque eu me permiti conhecer novas pessoas e disso eu não tenho arrependimento algum.

Quando eu falo sobre conhecer pessoas, eu simplesmente estou falando sobre ser gentil com cada um delas e mostrar quem você é de verdade. Em alguns casos as pessoas vão te julgar, fazer pouco-caso ou ignorar que você existe. Apesar de não ser algo legal de se fazer nem de se experienciar, é algo que pode acontece e está tudo bem, pessoa. Não precisa levar nada para o pessoal porque o mundo é cheio de pessoas incríveis e, por mais clichê que isso possa parecer, haverão pessoas que vão te enxergar como você é, vão abraçar a sua essência e isso é uma das muitas coisas que fazem com que a vida neste mundo redondo valha ainda mais a pena todos os dias.

O poder de deixar as coisas acontecerem é desenvolvido. Ninguém nasce simplesmente entendendo que nem tudo pode se controlado e eu sou uma destas pessoas. Você nunca vai controlar as vontades, desejos, anseios, pensamentos e quaisquer outras coisas que as pessoas que as pessoas querem fazer com as suas próprias vidas. É insano querer decidir por outras pessoas o que é melhor para cada uma delas a nível pessoal. Isso pode te tornar uma pessoa manipuladora e, em casos extremos, alguém sem escrúpulos para alcançar aquilo que deseja de alguém.

O que mais me impressiona em situações nas quais as pessoas insistem em manter o controle sobre a vontade de outras pessoas que é, muitas vezes, é uma ação inconsciente por fatores que vão além de um julgamento superficialmente breve. É possível que a pessoa só esteja tendo um dia ruim e queira que tudo o que está na cabeça dela dê certo ao passo que também pode ser uma reação engatilhada por causa de algum trauma que, em algum nível, tornou a pessoa muito mais propensa a agir desta maneira. Certamente sessões de terapia vão ajudar, mas nem todo mundo que precisa de ajuda vai procurar um profissional qualificado para isso.

O que mais me faz pensar que o acaso é o motivo de muitos relacionamentos é o fato de como os nossos círculos sociais mudam bastante com o passar dos anos. É como se as pessoas que estão ao nosso redor descobrissem quem elas são, reconhecessem que não fazem mais parte daquele universo e começam a migrar para outros lugares que fazem mais sentido com aquilo que elas acreditam e desejam para as próprias vidas. Muitas dessas pessoas mudam para melhor, outras para pior e algumas simplesmente não vão mudar nunca.

É bastante comum ver adultos agindo como crianças seja por questões de traumas. O acaso, a vida e a realidade punem essas pessoas severamente quase que o tempo todo. Em um mundo de adultos e de pessoas que encaram a vida como ela é, uma postura infantil não vai levar ninguém a lugar algum. O acaso é algo bom quando se trata de conhecer pessoas e estar aberto a oportunidades que valem a pena a nível pessoal. Eventos assim podem lhe apresentar pessoas dispostas a te fazer enxergar que as coisas não precisam ser do jeito que elas são. Isso torna a vida mais interessante.

Tudo isso dito, eu tenho uma única coisa a dizer sobre o acaso: você pode sim deixar que as coisas aconteçam naturalmente na sua vida, mas isso não significa que você deve ficar de braços cruzados esperando que algo caia dos céus no seu colo. Estudo, trabalho, conversas, livros, viagens e conteúdos, tanto de entretenimento quanto de informação sobre o mundo, vão te ajudar a agir naturalmente quando o acaso bater à porta. Ele pode vir em forma de amizade, ele pode vir em forma de uma oportunidade de trabalho, assim como pode surgir alguém que será o amor de sua eternidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: