5 Dicas para resolver conflitos sem rolar dados

Jogadores de RPG em geral sabem que a rolagem de dados só ocorre quando há algum tipo de risco. Seja durante uma exploração, uma interação social ou um combate, riscos estão sempre presentes e, para definir um sucesso ou um fracasso de uma ação, os dados precisam rolar a favor ou contra ao que o jogador decidiu fazer. E se eu te disser que nem tudo o que você faz precisa de uma rolagem de dados?

Durante sessões de RPG alguns jogadores perguntam se podem fazer algum teste para descobrir algo em vez de declarar a ação para ver se o teste se aplica. Alguns narradores podem pedir que o jogador role o teste porque o mesmo sugeriu, enquanto que outros dirão que o teste não é necessário. Eu listei algumas coisas que podem evitar testes e agilizar o tempo de mesa de vocês para resolução de conflitos. Sem mais delongas, vamos nessa que vai ser bom à beça.

Explore a personalidade do personagem

Seja seu personagem uma pessoa sociável ou um combatente, você pode utilizar isso tudo a seu favor e evitar testes de perícias e habilidades apenas com a sua interpretação. Sim, RPG é um jogo de interpretação de papéis e seus atributos, assim como suas perícias, podem ser aplicados de formas sutis sem que você precise ficar rolando dados o tempo todo. Como sempre, um exemplo fala mais do que qualquer coisa.

Suponhamos que seu personagem seja forte e impaciente. Em determinado momento, alguém chega na estalagem na qual ele está hospedado e começa a arrumar confusão. De repente, uma garrafa que o encrenqueiro arremessou acerta o seu personagem e você decide dar um soco na mesa. Você não precisa rolar um dado para rachar uma parte da mesa com um soco enquanto demonstra sua força e impaciência. Suas ações e reações durante um jogo podem ser interessantes tanto para você quanto para o seu grupo.

Aborde NPC’s de maneira amigável

Há um ditado popular que diz que “Ser educado é bom e conserva os dentes”. Quantas vezes algum personagem esquentadinho decidiu arrumar briga com alguém e acabou levando uma surra? Já aconteceu de um personagem mais sociável tentar intimidar alguém e ser expulso do local porque não sabia com quem estava lidando? Abordar os NPC’s com educação pode garantir aliados.

Uma experiência interessante que eu já tive nas mesas que eu narro foi com duas jogadoras que criaram personagens sociáveis. Sempre que suas personagens abordavam um NPC novo, elas conseguiam as informações que queriam sem precisar de uma rolagem de dados. A questão aqui é bastante simples: compreender onde o personagem está e abordá-lo de maneira respeitosa e educada pelo fato de que o ambiente no qual o personagem se encontra influencia suas ações e reações.

Use o ambiente a seu favor

Falando sobre ambiente, isso é algo importante no RPG porque tudo se materializa em sua imaginação. Se seu narrador não descrever o suficiente para que você compreenda qual é o clima do local, como as pessoas estão agindo, quais são os cheiros e as sensações, questione-o para que você saiba quais serão as melhores abordagens no lugar em questão. Certamente você não vai agir em um mercado da mesma maneira que agiria dentro de um quartel militar.

Seu personagem precisa comprar flechas em um mercado. É normal que ele pergunte o preço e tente negociar com o mercador de armas para conseguir algum desconto ou algo do tipo. Caso seu personagem possua patente militar, certamente ele não vai se dar ao luxo de desafiar seus superiores por qualquer coisa. Todavia, se o personagem está entre seus amigos, ele vai agir de maneira mais descontraída. Em todas essas situações, seu personagem pode descobrir mais sobre estas pessoas.

Questione quais são os interesses do NPC

Um NPC é um ser vivo com vontades, interesses, sonhos e vínculos assim como os personagens dos jogadores. Com isso em mente, você pode perguntar mais sobre a vida do NPC e, caso ele esteja aberto a uma conversa, ele pode falar mais sobre quem ele ou ela é e das coisas que gosta. Dependendo de como a conversa caminhar, você pode conseguir um favor ou conseguir um trabalho. Pessoas precisam de ajuda e suas habilidades podem ser úteis.

O que impede um comerciante ter perdido suas mercadorias para alguns ladrões e pedir a ajuda da pessoa que mostrou-se prestativa durante uma conversa? Talvez um guarda da cidade pode indicar quais são os locais mais seguros para o seu personagem descansar após uma longa viagem. Tendo isso em mente, um personagem bem construído, tanto em relação a história quanto mecanicamente, é capaz de conseguir coisas que o narrador raramente seria capaz de ceder.

Surpreenda seu narrador

Essa é a habilidade que todo jogador de RPG deve desenvolver com maestria. Pegar seu narrador de surpresa pode render cenas épicas para mesas de RPG porque ambos serão obrigados a improvisar e, se isso for algo benéfico tanto para a cena quanto para o grupo, pode render vantagens, itens, recompensas ou informações sem o risco de ter uma rolagem de dados ruim. Certo, mas aí você me pergunta: “Bruno, como raios eu vou pegar meu narrador(a) de surpresa?”. Confia que vai dar bom.

Por mais preparado que seja um narrador de RPG, alguma coisa que você fizer que seja engraçada, inteligente ou simplesmente que deixa o grupo todo impressionado, o narrador vai deixar que você realize a ação que você deseja para ver no que vai dar e isso é o que torna o RPG de mesa algo mágico: você nunca vai saber qual será o próximo passo da pessoa que está ao seu lado ainda que a conheça muito bem.

Conflitos de RPG podem acontecer por qualquer motivo e, assim como na vida, é possível resolver sem correr grandes riscos. É claro que parte da diversão é rolar os dados, mas nem tudo o que você faz precisa de uma rolagem porque o melhor combo em um RPG é a interpretação do personagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑