Um Cigano na Garoa Sangrenta

“Após os ataques da noite mais sangrenta de Amaya desde a Revolta dos Cativos a quase duzentos anos, a população da cidade está cada vez mais temerosa ao sair de suas casas. Figuras importantes da cidade como Arthur Dillinger, dono da Cólera Marítima, e Rebeca Albuquerque, dona da Bloody Rose Records, gravadora responsável pelo mais recente álbum de Lizzy Lopes, que agora segue carreira solo, estão desaparecidas. O desespero é o sentimento que reina em Amaya e não sabemos quais serão as medidas de segurança implementadas para que algo assim não aconteça novamente.”

Era isso que estava nos jornais poucos dias depois da tentativa falha dos Anarquistas de derrubar o principado da Camarilla e tomar o controle da cidade. Toda a sociedade cainita está dispersa e tentando reestabelecer uma nova organização. O Barão Lucca está morto. A Príncipe Sara passou seu posto para seu antigo Senescal Marco. Alice decidiu deixar o cargo de Xerife da cidade para sua delegada mais eficiente, Selene. O maior problema é que, neste momento, ninguém mais sabe em quem pode ou não confiar.

Os Anarquistas sobreviventes do ataque estão cuidando dos Sangue-Fraco como verdadeiros vampiros. Muito adotaram jovens recém-abraçados como verdadeiros aprendizes enquanto que outros são apenas peões de um tabuleiro sobrenatural. A única pessoa da cidade que não tem preocupação com sua segurança é Lilyth Áquila, a Lasombra que tem o controle da boate Cidadela e de quase todas as forças cainitas que estão atuando na cidade. Em contrapartida, a Inquisição está mais violenta.

Quando a morte de Érico Lupo foi noticiada, eu mesmo não soube o que fazer. Aquele Garou maldito não seria mais um problema para nenhum de nós. Nunca mais. No entanto, ele foi rapidamente substituído por alguém que preferiu não se identificar, mas deixou um recado claro para todos os moradores da cidade que nunca dorme.

– Érico era um bom homem e leal aos seus ideais. A morte dele é uma perda incomensurável para todos nós e sabemos quem foram os responsáveis. Estejam cientes de que vamos atrás de cada um de vocês. Eu garanto: Lupo será vingado. Eu juro.

Já se passaram alguns meses desde que tudo aconteceu e foi rápido demais. Eu tenho ido de um lugar para o outro para me manter seguro não apenas dos humanos que estão nos caçando, mas também porque minha maldição não permite que eu fique muito tempo no mesmo lugar. Minha sorte é que a cidade é grande que meu rostinho bonito me garante uma cama quente. A real é que eu não tô me importando mais com essa merda de Camarilla nem com a porcaria da Anarquia. É melhor que eu faça minhas regras assim como o filhote de Helene.

Enquanto todo mundo estava ocupado brigando, eu meti o pé da casa da Sara. Tinha muita merda acontecendo, eu quase fui empalado. Noite complicada. Então eu procurei um local seguro com a Thais. Era um beco bem bizarro e todos os ratos da cidade estavam com ela. Incluindo o Breno.

– Então, Thais… me fala o que foi isso tudo e por que é que o teu filhote ainda tá vivo depois da merda que aconteceu? Eu faria ele arrancar a própria cabeça depois de tudo aquilo.

Aquela mulher é muito grande e não se move de um jeito comum. Chega a ser repugnante ver o que ela precisa fazer para falar. O som dos músculos e da pele se movendo são apavorantes, mas eu não tinha o que fazer. Thais era a única pessoa que confiava em mim porque, bom, eu devo minha vida a essa Nosferatu. Então ela disse.

– Cigano… você está em meus domínios e não vai ter muito com o que se preocupar. Veja… Aurélio, Kamili, Marco e Helene estão reestruturando a Camarilla para que Marco assuma o principado em breve. A Anarquia está se movimentando para eleger uma nova liderança entre os antigos ministros de Lucca, aquele traidor. E agora nós temos alguém que pode nos garantir ainda mais recursos. Creio que você ainda não a aconhece, mas vai adorar a mamãe da gótica que tem chamado muita atenção.

Agora que as coisas estão se acertando, eu decidi ficar um pouco longe dos holofotes dos vampiros, mas sempre nas ruas. Foi assim que eu conheci Magnus e Gabriela. Os dois estavam pensando em viver a não-vida livremente enquanto fazem o que acham que devem fazer. A ideia é viver uma eternidade sem problemas. Só que eu acabei me ferrando de novo. Meus novos amigos não sabem, mas eu aceitei um trabalho que pode custar a minha vida porque tem a ver com um cara que eu achei que não veria novamente. Tudo o que ele me deixou foi uma carta, uma pistola automática e um chapéu. O que ele pediu claramente é um ato suicida.

“Você aceita qualquer trabalho que te obrigue a fazer qualquer coisa que eleve a adrenalina que já correu em suas veias um dia. Eu tenho certeza de que você vai fazer bom uso desta arma. Os cartuchos são de carvalho e de prata. Eu sei que você pode resolver meus problemas causando ainda mais problemas para si mesmo. Sua missão é bastante simples, Cigano maldito: Eu quero a cabeça de Lilyth, de Marco e da nova liderança dos Anarquistas. Você tem seus amiguinhos e seria uma pena se algo acontecesse com sua doce Roberta. – Bispo Martinelli”

Devo minha vida para a Primogênita Nosferatu, devo lealdade a Magnus e Gabriela e preciso matar a liderança das três organizações vampíricas. Não vai ser um trabalho fácil, mas eu acho que dou conta. Não sou tão velho quanto eles, mas meu sangue é forte o suficiente para isso. Como se não bastasse, ainda precisamos lidar com Arthur… Ele enlouqueceu quando Delsys morreu e agora é um risco para qualquer pessoa que ficar entre ele e o que ele mais deseja: preencher o vazio causado pela perda de seu amor eterno.

Rebeca morreu pelas mãos de Arthur. Acho que vou precisar falar com Tony.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑