Crenças

Todo mundo acredita em alguma coisa. É só mais uma opinião minha sobre a vida, mas eu realmente acho que todas as pessoas do mundo acreditam em alguma coisa. Alguns justificam suas crenças com base na religião que segue, outros acreditam em dados científicos para levarem a realidade a sério se baseando em provas que foram estudadas por especialistas. Existem pessoas que justificam o que fazem por causa do signo solar porque, por algum motivo, os astros definiram sua personalidade, crenças e mudanças durante a vida. Isso fez com que eu me perguntasse o seguinte: Em que eu, Bruno, acredito?”

Por muito tempo na minha vida eu fui instruído a seguir o cristianismo protestante. Minha família toda, materna e paterna, é cristã protestante. Alguns são praticantes e outros não, mas todos foram instruídos desta forma. Eu, por outro lado, decidi seguir um caminho diferente quando cheguei na minha adolescência e, desde então, continuo fazendo isso. Eu decidi ler sobre outras religiões, estudar novas culturas e descobri muito sobre o que rola neste mundão grandão que chamamos de Terra.

Anglicanismo, wicca, mitologia greco-romana, mitologia nórdica, budismo, judaísmo, taoismo, islamismo, mitologia egípcia, religiões de tribos africanas, persas, signos do zodíaco, horóscopo chinês. A lista é enorme e certamente deve ter alguma coisa que eu me esqueci ou que eu confesso que não conheço, afinal, não tenho todas as informações do mundo na minha limitada mente humana. Depois de pesquisar sobre crenças e religiões, eu decidi que eu não seguiria nenhuma porque, se o que todas pregam é a verdade, não existe nenhuma religião verdadeira. No entanto, isso não significa que eu não tenho meus próprios costumes.

Eu não costumo falar sobre isso com as pessoas a minha volta porque muitas dizem que não conseguem fazer porque acham difícil e outras dizem que é mais complicado do que parece, mas eu continuo assim mesmo. Minha prática constante é a meditação. Eu tiro alguns minutos, relaxo a minha mente em uma posição confortável e me concentro apenas na minha respiração enquanto analiso as coisas ao meu redor em terceira pessoa. É um exercícios de autoconhecimento constante, então eu me foco bastante em buscar as coisas que preciso dentro de mim antes de pedir ajuda com problemas pessoais.

Isso tudo me fez chegar ao ponto de seguir um caminho no qual que não sigo qualquer regra, não acredito em qualquer coisa e não aceito nenhuma ideia que alguém me obriga a seguir. Ninguém deveria ser obrigado a acreditar em algo que vai contra sua natureza ou algo que simplesmente não faz bem ao indivíduo de maneira alguma. Forçar alguém a fazer qualquer coisa é errado, mas existem pessoas que tentam induzir e chantagear quem for necessário para conseguir chegar ao ponto de ter uma massa de manobra para fazer o que quiser por meio de promessas vazias e discursos sem embasamento. Parando para pensar nessas coisas, quantos líderes, religiosos ou não, costumam abusar da fé que as pessoas colocam neles e isso acaba causando problemas?

Desde a Idade Média, quando a venda de indulgências para remissão de pecados foi instituída pela Igreja, as pessoas devotavam suas vidas por medo de passar uma eternidade de tormentos no inferno. Líderes como senhores feudais, muitas vezes apoiados pelo clero e pela burguesia, instituíam leis que beneficiavam os nobres e prejudicava os meros camponeses que davam seu suor e seu sangue para manter a estrutura que, dia após dia, sugava cada vez mais as suas energias até não terem mais como trabalhar. Olhe para o mundo como ele é e me diz se, em alguns aspectos, este sistema não continua se repetindo desde esta época. Isso não te faz duvidar se alguma entidade é justa ou se os líderes realmente são seres abençoados por elas?

Quando acreditamos em algo cegamente sem questionar se realmente as coisas são como acreditamos que sejam, a chance de sermos manipulados da mesma forma que marionetes em uma apresentação são extremamente altas. Não estou querendo que você desista de tudo e não acredite nem mesmo confie em ninguém, mas sim que tenha interesse em perguntar o motivo das coisas serem como são para entender se realmente vale a pena seguir este caminho ou se deve mudar sua direção. Suas crenças e valores são suas e cabe a você avaliar se isso lhe faz bem ou se lhe prejudica gradativa, lenta e silenciosamente.

Existem muitas coisas no mundo que podem nos fazer duvidar. Eu mesmo duvido de praticamente tudo o que me dizem se não houver provas quando se trata de assuntos como ciência, religião, política e outras coisas que exigem algum tipo de registro para ser comprovada. Qualquer coisa que afete a vida de uma pessoa precisa ser avaliada com cautela principalmente quando isso pode ser algo que manipule a forma que o indivíduo interpreta a realidade ao seu redor.

Bem, acho que eu preciso dizer no que eu acredito. Eu creio que as pessoas precisam ser livres para pensar, avaliar, refletir e compreender onde estão para que saibam para onde ir, mas não porque alguém as obriga a fazer isso ou vendem cursos de desenvolvimento pessoal com fundamento baseado em nada. Eu creio que as pessoas precisam questionar as coisas que lhes são ditas para saber o que é fato e o que não é antes de formarem uma opinião sobre qualquer assunto e, com as informações um clique de distância, é fácil.

Crenças mudam assim como as estações. Convicções podem ser alteradas com as experiências que vivenciamos e haverão coisas que jamais poderemos mudar. No entanto, o que move a humanidade são as perguntas e as coisas nas quais cada um de nós acreditamos. Seja qual for a crença que você carregue contigo, eu espero que ela não limite sua capacidade de pensar por conta própria ao ponto de defender coisas que são comprovadamente sem noção. Entenda: acredite, viva e tenha a opinião que você quiser desde que o que você pensou tenha algum fundamento para que não faça papel de trouxa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑