Deuses: Como manifestar a presença divina no RPG

Você é capaz de enumerar as crenças existentes em seu mundo? Sabe definir o que é real e o que é sobrenatural? Consegue interpretar enigmas divinos que envolvem interpretações de tomos e compreender os domínios de uma divindade? Utilizar religião em RPG de fantasia medieval é algo bastante comum por meio dos panteões disponíveis em diversos cenários e há classes que possuem características relacionadas a entidades superiores como é o caso de Clérigos e Paladinos, por exemplo.

Quando se trata de deuses e religiões, muitas profecias estão envolvidas direta ou indiretamente com uma ou mais deidades. Talvez o retorno de um ancestral maligno ou a reencarnação de seres capazes de definir o destino do mundo. Como as coisas que envolvem deuses variam de cenário para cenário e profecias são uma constante quando há religião envolvida, eu pensei em algumas formas de utilizar textos proféticos em mesas de RPG. Então, sem mais delongas, vamos nessa que vai ser bom à beça.

Heróis Predestinados

A criança da profecia. O menino que sobreviveu. O herdeiro do trono divino. Seja como for, a história de um escolhido dos deuses que será responsável por salvar o mundo de algum evento catastrófico é algo conhecido por muitos e isso pode ser usado em uma mesa de RPG se houver contexto para isso. Seja como jogador ou como mestre, incluir profecias pode alavancar as aventuras para escalas que vão além de lidar apenas com algumas hordas de monstros.

Quando se trata de uma aventura heroica de RPG na qual os jogadores podem fazer coisas que até mesmo os deuses duvidam, deixar pistas de que o destino dos personagens estão entrelaçados com algo que vai além da compreensão de boa parte do mundo é uma boa forma de apresentar a influência das divindades de seu cenário para os jogadores. Deuses costumam abençoar seus devotos com mais do que apenas sua graça, presença e benevolência porque, em alguns casos, as deidades necessitam de algo mais incisivo para manifestar seus poderes diante dos mortais.

Bênção de Artefatos Divinos

Thor tem seu martelo. Shazam é abençoado por diversos deuses. Diana, a Mulher Maravilha, é uma amazona considerada uma semideusa. O que cada um deles tem em comum? Cada um desses personagens possui ligação com alguma bênção ou item que uma ou mais entidades seriam capazes de oferecer. Poderes oriundos de artefatos são bastante comuns em mitologias da mesma forma que as lendas que cercam tanto o item quanto o portador.

Leônidas foi um lendário herói espartano que portava uma lança, arma esta que foi utilizada no confronto dos 300 de Esparta contra o exército Persa de Xerxes. Por que não adaptar este artefato histórico para algo no seu cenário? O mesmo pode ser dito sobre a espada lendária Excalibur do Rei Arthur e também das peças de armadura de Hipólita, Rainha das Amazonas.

Ao dar mais significado aos domínios de uma divindade pode meio de itens de grande poder, alguns caminhos se abrem diante dos jogadores assim como as possibilidades de desafios maiores de acordo com o poder de cada um dos personagens. Entretanto, como dizem que “Com grandes poderes, vem um monte de gente querendo te matar”, tamanho poder nas mãos de meros mortais pode ser o anúncio de algo que está fora da compreensão do povo comum.

Sinais do Fim dos Tempos

Já levou em consideração que boa parte das religiões definem que há um evento no mundo que ocasionará no fim de tudo aquilo que conhecemos? Há registros disso nas mitologias greco-romana e nórdica assim como no Livro do Apocalipse segundo o que consta na Bíblia. Se na nossa realidade existem profecias, por que não colocar isso em seu RPG para revelar algo que a população tema, evite, acredite ou simplesmente ignore por duvidar da existência dos deuses?

É comum utilizar enigmas em masmorras, covis e escritas criptografadas entre exércitos aliados para que inimigos não descubram as verdadeiras intenções das forças militares. A ideia é aplicar isso da mesma forma nas questões religiosas de seu cenário de RPG por meio das crenças de cada povo ou das religiões que surgem segundo os domínios de cada divindade. Os Cavaleiros do Apocalipse e o despertar da Serpente de Midgard são dois prenúncios do fim dos tempos para os cristãos e para os nórdicos respectivamente, da mesma forma que, em Call of Cthulhu, o despertar do Ancião Adormecido fará com que as pessoas percam a sanidade.

Se houver deuses ou entidades em seu cenário de RPG, é possível que textos proféticos sejam comuns em religiões mais conhecidas e restritos quando houver círculos secretos que escolhem seus membros com cautela por saberem que tamanho conhecimento na mão de qualquer pessoa pode ser um risco não apenas ao culto, mas também ao próprio deus que o transcreveu sendo possível, com um pouco de esforço, destroná-lo e assumir seu posto divino.

A presença divina em mundos de RPG é algo que pode ser frequente, casual ou inexistente. Em cenários como Dark Sun, o Cinza não permite que as raças tenham acesso aos deuses daquela realidade. Já em Arton, o megacontinente do cenário de TormentaRPG, os deuses têm problemas entre si além de estarem diretamente envolvidos em muitos eventos entre os mortais, como também acontece entre os deuses e semideuses de mitologias conhecidas como a Egípcia e as lendas japonesas. Se as intervenções divinas forem bem utilizadas, os personagens dos jogadores poderão explorar novas culturas.

Investigar culturas, religiões, mistérios e enigmas ocultados em meio a tomos proféticos em um cenário de RPG pode render aventuras épicas que poderão expandir seu cenário revelando novas cidades, novas ruínas, novos continentes e permitir que as infinitas possibilidades de seu universo compartilhado com os jogadores se tornem reais. Nem tudo precisa ser planejado em uma mesa de RPG, mas ter algumas cartas na manga para mostrar o quão grandioso é o seu mundo e que há seres de poderes incomensuráveis manipulando o destino da vida mortal, pode despertar o interesse e a sede de poder dos personagens mais gananciosos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑