Os jogos nossos de cada dia

Se você parar para pensar, a vida é um grande jogo e tudo mundo está em níveis diferentes em suas respectivas fichas. Em um jogo você interage com personagens, você compra itens, pode ter animais, é possível viajar de um ponto a outro, conhecer novas histórias, aprender habilidades especiais e mais uma infinidade de coisas que fazemos no dia a dia. No entanto, tudo o que acontece em um jogo parece, e muitas vezes realmente é, mais interessante do que a vida real porque coisas absurdas podem ser feitas. Lutar contra hordas de zumbis usando plantas que atiram ervilhas é apenas um dos muitos exemplos de como os jogos podem permitir que façamos coisas que seriam impossíveis na vida real.

Eu tenho o hábito de transformar toda a minha rotina em uma espécie de jogo porque facilita a forma que eu encaro minhas tarefas da minha semana. É como se fossem pequenas missões em um MMORPG ou os objetivos de um jogo de estratégia em tempo real como o saudoso Age of Empires. Tenho uma tendência forte para jogar jogos de estratégia, gestão de recursos e isso me ajuda a listar minhas coisas como se fossem etapas desses jogos. Este paralelo entre esse estilo de jogo em tempo real e uma lista de tarefas é algo bastante comum no meu dia a dia e, se observar, outros elementos de jogos são usados em escolas e empresas.

Tenho certeza que você já viu algum filme ou série na qual há uma placa de funcionário do mês. Aquele que cumprir as metas, fizer mais vendas, fechar mais acordos ou qualquer outra coisa que pode ser quantificada tem um quadro com a sua foto exposta na parede do local de trabalho. Isso é um exemplo de gamificação dentro de um estabelecimento comercial, mas em outros ambientes isso é comum também. Usando o mesmo exemplo em uma escola, todos os alunos precisam atingir uma pontuação mínima para serem aprovados. Eu, particularmente, não acho que isso seja totalmente justo porque há apenas uma tipo de avaliação para um grupo de mais de trinta pessoas tendo em vista que, assim como classes de jogos online, cada pessoa possui habilidades distintas e resolvem uma mesma situação de formas diferentes e isso torna as coisas interessantes.

Citando exemplos de mundos fantásticos, um mago e um guerreiro podem resolver uma briga de formas diferentes colocando os adversários para dormir. Enquanto o guerreiro vai precisar usar a marcialidade para deixar cada um dos inimigos em um estado de inconsciência, o mago pode simplesmente conjurar uma magia que coloca todos para dormir ao mesmo tempo. É aquela máxima de dois mais dois são quatro e um mais três também são quatro. Só porque alguém resolve algo de uma maneira diferente da sua, não necessariamente a pessoa está fazendo algo da maneira errada uma vez que o resultado é o mesmo. O processo é muito mais importante do que o resultado em alguns casos porque sempre há exceções.

Se tratando de transformar as coisas em jogos, como eu disse anteriormente, é algo que eu faço desde pequeno. Chegar em um ponto da rua antes de um carro enquanto caminho pela calçada, terminar a lição de casa antes de começar a passar o desenho que eu queria assistir na TV, lavar toda a louça para poder ler um livro com mais tranquilidade. Sempre que traçamos um objetivo no nosso dia, é como se eu estivesse constantemente vivendo um jogo no qual há missões diárias para serem cumpridas ainda que sejam coisas bastante corriqueiras. Em algum momento da vida, todo mundo transformou algo em uma brincadeira e isso fica claro quando estamos no jardim de infância.

Muitas crianças aprendem sobre a vida e sobre as matérias escolares por meio de brincadeiras. Algumas dessas brincadeiras são em grupo e outras individuais. Caça-palavras, quebra-cabeças, ligar os pontos, alguma música que ensina o alfabeto e afins. Falo isso porque meu pai me deu um relógio que tinha as tabuadas de 1 à 10 com todas as contas e todas as noites enquanto jantávamos ele me fazia uma pergunta aleatória de alguma tabuada. Estou eu estava me alimentando e do nada ele me dizia para responder quanto é 7 x 8 e eu respondia 56. Sempre que eu acertava eu podia comer um pouco mais de sobremesa. Então essa ideia de usar jogos no dia a dia ajudou a moldar a forma que eu organizo as minhas coisas atualmente.

Todas as pessoas deste mundo gostam de se divertir. Isso meio que é uma verdade universal porque é normal querer um pouco de diversão após uma semana cheia de trabalho. O que eu fiz para diminuir o estresse foi transformar todo o meu trabalho em uma espécie de jogo no qual eu listo todas as coisas que preciso fazer durante a semana e vou riscando cada tarefa que eu concluo. Quanto mais tarefas eu fizer, mais tempo livre eu tenho para fazer qualquer outra coisa. Além de me ajudar a organizar meus dias, isso também me faz ser um pouco mais produtivo porque é como se eu trabalhasse brincando e é exatamente o que eu faço. Um conselho: se você não acha divertido o que você faz, se você não gosta do seu trabalho ou precisa aliviar a tensão do dia a dia, você pode achar uma forma de deixar as coisas mais divertidas e, se ainda assim continuar pesado, mude de emprego ou procure algo novo para fazer, mas se planeje porque, diferente de um jogo, só temos uma vida.

Olha, jogar é algo bom. Trabalhar é bom também. Conhecer pessoas e resolver problemas também é muito maneiro. Tudo pode ser divertido e tudo pode ser um jogo, mas não brinque com as pessoas porque isso não é divertido, é falta de respeito. Nem tudo pode ser brincadeira, mas aquilo que puder ser eu acho que deveria se tornar. Torne a vida mais divertida, brinque e deixe seu dia mais leve jogando o jogo da sua própria vida.

2 comentários em “Os jogos nossos de cada dia

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑